Translate - Traduzir

Palavras ditas por Buda (Gautama), há mais de 2500 anos... E ainda hoje são atitudes que precisamos tanto ouvir!! Não acredite em tudo sem analisar!!

Pesquisar neste blog (Coloque palavras chave)

domingo, 6 de dezembro de 2015

Isso é a reação mais verdadeira quando desistimos de algo..... Seja de relacionamentos, amizades, ajudas com conselhos ou atitudes, etc.

Chega um momento em que a gente cansa, e não porque deixamos de amar ou desejar o bem daquela pessoa; mas sim porque cansamos de repetir ou de fazer coisas pela pessoa e não ver as MUDANÇAS acontecendo: E a MUDANÇA, tem que partir da outra parte (que chamamos de "O outro") e, se esse "outro" (a) não faz a parte dele (a) que é "mudar" ou, pelo menos, ter uma visão diferenciada daquelas atitudes, não adianta ficarmos "Batendo com o martelo em prego já afundado".

Eu mesma já passei por essa situação: Desistiram de me ajudar ou de "mim mesma" em algumas vezes, e eu também já desisti de ajudar pessoas ou de "pessoas", "n" vezes: 

Penso que todos nós já passamos por isso: Ora sendo os autores (Ou os nossos próprios vilões), outras horas sendo os ajudadores.

Tudo é cíclico, realmente!

E, tudo faz parte do nosso aprendizado evolutivo! E, que bom que muitos aprendem com o tempo e mudam!! .... Só não muda no tempo em que queremos... Mas até aí tudo bem: Cada um tem o seu tempo; e temos que aprender a respeitar isso com muito amor no coração, e só emanar desejos na alma de que, um dia, essas pessoas aprendam (acordem!)

Um comentário:

TEOMANIA Santos disse...

Entendi o que você disse. Isso é mesmo comum por ai. Mas por que somos assim? Por que queremos que o outro mude? Quando é porque esse outro faz algo claramente nocivo, tanto para ele quanto para outrem, é claro que precisa mudar, parar com a ação nociva, para o bem dele ou de outros.
Mas muitas vezes queremos que o outro mude para se amoldar aos nossos moldes, nosso jeito de viver, nossos gostos, nossos pensamentos. Isso pode matar a individualidade do outro. Pode forçar uma barra inviável para aqueles que achamos estar desejando o bem.
A gente ama tanta coisa que não está nem ai por nós, mas com o ser humano a gente quer forçar a ser igual. No máximo igual. Porque se for melhor ficamos com ciúmes, inveja, às vezes até ódio.
Amamos cães, passarinhos, flores, programas de TV, músicas, artistas e não temos praticamente nada em troca. Tá certo que os bichinhos nos retribuem um pouco de alegria, mas não retribuiriam à qualquer um que os afagasse, os alimentasse, sem no entanto criar um real laço afetivo?
Precisamos aprender que ajudar uma pessoa é amá-la e respeitá-la como ela é. Ajuda mesmo só se for pedida mesmo. Não se sai por ai tentando atravessar todas as velhinhas pelas ruas.
Ademais, quem é o molde perfeito para poder inspirar o irmão a ser melhor, a evoluir, a viver com mais plenitude e com mais objetivo? Nenhum de nós é. Somos todos falhos. Pusemos o homem na lua, no entanto, jogamos a cara dele na lama quando ele peca.
Precisamos de um destino certo e definitivo dentro de um caminho perfeito e verdadeiro.
Por isso Jesus disse: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida e ninguém vem ao Pai senão por mim."

Compartilhe e adcione:

SABEMOS SOBRE OS UNIVERSOS, TANTO QUANTO OS MICRÓBIOS SABEM SOBRE AS GALÁXIAS !!!